(16) 3209-1300 contato@funep.org.br

1 - Documentos necessários para elaboração do contrato de bolsa

Envio da cópia impressa ou digitalizada:

Coordenador: Cópia do CPF e RG; Comprovante de residência; Vínculo Acadêmico; Dados da conta bancária. Informar número de telefone, e-mail e estado civil.

Aluno: Cópia do CPF e RG; Comprovante de residência; Atestado de matrícula; Dados da conta bancária. Informar número de telefone, e-mail e estado civil. Formulário para Concessão de Bolsa de Estudo preenchido.

Servidor: Cópia do CPF e RG; Comprovante de residência; Holerite; Dados da conta bancária. Informar número de telefone, e-mail e estado civil.


2 - Modalidades de bolsas

Bolsa de Estudo:
a) Iniciação Científica Júnior ou de Extensão Júnior: destinada a alunos do Ensino Médio Regular ou Profissionalizante;

b) Iniciação Científica, de Extensão ou Tecnológica: destinada a alunos matriculados em Curso de Graduação;

c) Mestrado, Residência ou Especialização: destinada a alunos matriculados em Curso de Pós-Graduação no nível

de Mestrado Acadêmico ou Profissional (Stricto sensu); que participem de Programa de Aprimoramento Profissional (Residência) ou que estejam matriculados em Curso de Especialização (Lato sensu);

d) Doutorado: destinada a alunos matriculados em Curso de Pós-Graduação no nível de Doutorado;

e) Pós-Doutorado: destinada a profissionais que têm vínculo com Instituição de Ensino e/ou Pesquisa, em nível de Pós-Doutorado.

Bolsa Pesquisador:
Destinada aos pesquisadores de projeto de pesquisa, com observância às alíneas abaixo:
a) Para os fins dessa Portaria e pelos ditames do Estatuto desta Fundação, serão reconhecidos como Pesquisadores, os Docentes/Pesquisadores (ativos ou inativos) que se dediquem, sem a necessidade de exclusividade, à execução de pesquisas;

b) A concessão e o pagamento dessa Bolsa estão condicionados à existência de vínculo acadêmico do Docente/Pesquisador, devidamente comprovado com documento expedido pela Instituição de Ensino/Pesquisa respectiva;

c) Na ausência de vínculo com Instituição de Ensino e/ou de Pesquisa, a remuneração será entendida como serviço, devendo o prestador emitir RPA (Recibo de Profissional Autônomo).


Retribuições por Atividades de Extensão:

RAE Comunidade:
· Destinada a Coordenadores (Docentes/Pesquisadores) de Instituições de Ensino/Pesquisa que atendam a Comunidade por meio de Atividades de Extensão;

RAE Apoio Técnico:
· Destinada a profissionais de níveis superior ou médio, servidores, técnicos e auxiliares, vinculados à Instituição de Ensino e/ou de Pesquisa, pela realização de atividades de apoio em projetos


3 - Valores das modalidades de bolsa:

Os valores por modalidade de Bolsa de Estudo e de Pesquisador (valor máximo (R$)/mês) e os valores para RAE (valor máximo (R$)/mês) estão normatizados na Portaria nº 05/2018 de 01 de agosto de 2018, que dispõe sobre a concessão, pela Funep, de Bolsas de Estudo e Retribuições por Atividades de Extensão.


4 - Inclusão do seguro de vida aos bolsistas via Funep

Todo bolsista que receber ao menos três meses consecutivos, deverá ter vinculado ao contrato de bolsa um seguro de vida mensal no valor de R$ 9,60/mês. O seguro de vida é válido aos bolsistas que tenham a idade inferior a 58 anos.


5 - Documentos necessários para elaboração do Instrumento Contratual entre Funep e Financiador

- CNPJ; Contrato social e/ou ato constitutivo da pessoa jurídica; Dados cadastrais (CPF/RG) do representante legal ou do procurador.

- CPF e o RG; Comprovante de residência, de nacionalidade, estado civil e profissão, no caso de pessoa física.


6 - O que deve conter o projeto de pesquisa?

Quando aplicável o projeto deverá constar os seguintes itens:

  • O título do projeto;
  • Os objetivos da pesquisa;
  • A metodologia e os materiais a serem aplicados;
  • A indicação da equipe técnica envolvida;
  • O local da execução das atividades;
  • O prazo e o cronograma físico-financeiro;
  • Os custos, orçamentos e forma de pagamento pelo financiador.

Nota: é livre a elaboração e formatação do projeto técnico.


7 - Como é controlado o envio dos relatórios parciais as empresas financiadoras?

Os relatórios parciais deverão ser encaminhados a Funep a cada 6 meses da vigência do início de cada contrato.